Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Trabalhadores preparam manifestação para exigir mudanças na gestão do sistema Petrobras

Manoelzinho propõe a instalação de um departamento de relações trabalhistas na Petrobras.

Em reunião realizada nesta quinta-feira (10/04), em Itaboraí (RJ), presidentes de sindicatos de trabalhadores da construção civil de municípios de cinco estados brasileiros (RJ, ES, SP, BA, MS) e representante Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro decidiram formas de mobilização e luta para protestar contra a gestão do sistema Petrobras. Durante o encontro, eles deixaram claro que não abrem mão da defesa da empresa como patrimônio do povo brasileiro e que ela deve ser mantida sob o controle do Estado.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Plano da Construção, Montagem e Manutenção Industrial de São Gonçalo, Itaboraí e Região (Sinticom) , Manoel Vaz, o Manoelzinho, foi o autor da proposta de defesa da empresa. Ele ressaltou que se deve “bater no processo de gestão e defender a bandeira da Petrobras. Proponho que a Petrobras tenha um departamento de relações trabalhistas, para fiscalizar e acompanhar as relações de trabalho em seus contratos”. Foi o terceiro encontro do grupo em sete meses.

O diretor do Sindipetro do Rio, Edson Munhoz, lembrou-se do fundo garantidor disponível na Petrobras e que ela é corresponsável pelas dívidas das empresas contratadas com os trabalhadores. “Isso já ficou provado nas ações que foram julgadas nos tribunais”.

Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Montagem, Terraplanagem, Ponte e Pavimentação do Espírito Santo, Virley Alves dos Santos, sugeriu o envio, através das centrais sindicais, de documento a Petrobras advertindo que se os trabalhadores não tiverem as reivindicações atendidas podem paralisar as obras em todo país.

O encontro terminou com a decisão de mobilização no próximo dia 28, em homenagem às vítimas de acidente de trabalho. O ato deve ser realizado em todos os estados e vai servir como preparativo para o dia 9 de maio, quando os dirigentes sindicais e trabalhadores das empresas que prestam serviços para o sistema Petrobras vão fazer uma grande manifestação em frente a sede da empresa, no Centro do Rio. No protesto, eles devem exigir profundas alterações no sistema de gestão dos contratos da estatal com empresas em suas obras como forma de garantir o emprego e o direito dos trabalhadores.

Fotos: Wagner Sales

11/04/2014

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO