Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Gasto de brasileiros no exterior sobe 8,7% no primeiro semestre


Até junho, despesas no exterior somaram US$ 9,57 bilhões, contra US$ 8,80 bilhões no mesmo período de 2017, informou o Banco Central. Foi o maior valor para o período em três anos.


Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 9,573 bilhões no primeiro semestre deste ano, informou nesta quinta-feira (26) o Banco Central.


Com isso, foi registrado um crescimento de 8,72% frente ao mesmo período do ano passado, quando as despesas lá fora somaram US$ 8,805 bilhões.


Os gastos de brasileiros no exterior também foram os maiores para o primeiro semestre desde 2015 - quando totalizaram US$ 9,939 bilhões.


No entanto, levando em conta apenas o mês de junho, as despesas de brasileiros lá fora ficaram em US$ 1,487 bilhão, um pouco menores que o valor registrado no mesmo mês do ano passado (R$ 1,510 bilhão).


"Com a desvalorização do câmbio [alta do dólar] nos últimos meses, essa taxa mês a mês de crescimento [dos gastos no exterior] se desacelerou e agora se tornou negativa em junho [passou a cair]. Nos primeiros quatro, cinco meses, houve crescimento, e o efeito da desvalorização cambial afeta as despesas ao torná-las mais caras", disse Fernando Rocha, chefe do Departamento de Estatísticas do BC.



26/07/2018

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sindicalize-se

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO