Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Confira os cinco fatos que vão mexer com a economia esta semana


SÃO PAULO - Com o recesso no legislativo, as reformas econômicas saem um pouco de foco dos investidores e analistas econômicos, que nessa semana vão se concentrar na divulgação de indicadores econômicos relevantes e que vão servir para dar indícios sobre o ritmo da retomada da atividade brasileiro, a despeito da crise política.


Na agenda interna, um dos dados mais importantes na semana é a divulgação do IPCA-15, na quinta-feira. O índice de inflação, calculado pelo IBGE, deve confirmar a tendência de desaceleração nos preços, abrindo espaço para que o Banco Central mantenha o ritmo de corte da Selic, atualmente em 10,25% ao ano. A próxima reunião que irá definir a taxa básica está marcada para a próxima semana.


Outro dado relevante, e que sairá já no início da semana, são os dados da arrecadação, que está crescendo menos que o esperado e pode levar o governo a elevar impostos para cumprir a meta fiscal, uma medida pouco popular para ser tomada em um momento de crise política como o atual.


“Também será apresentado o relatório bimestral de avaliação das contas públicas, que deve dar mais detalhes de como o governo irá cumprir a meta fiscal deste ano”, explicou, em relatório, Roberto Padovani, economista-chefe do Banco Votorantim.


Na agenda externa, o mais importante é a repercussão, na segunda, dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) da China, que foram divulgados no domingo à noite. A China é o principal parceiro comercial do Brasil.


IPOs


Esta segunda-feira é o último dia para a reserva de ações para quem quiser participar da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) do Carrefour Brasil. O valor da ação e o volume da operação será divulgado no dia seguinte. Hoje também é a data limite para a reserva do IPO da Biotoscana.


China


Os mercados globais vão repercutir os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre da China e também da produção industrial do país, que é o principal parceiro comercial do Brasil. Ambos os dados foram divulgados ontem à noite.


Arrecadação


A Receita Federal divulga a arrecadação de impostos do mês de junho e o acumulado no ano. Se os números continuarem fracos, o governo talvez tenha que elevar tributos para cumprir a meta de déficit primário (quando os gastos superam as receitas) de R$ 139 bilhões.


Inflação


O IBGE divulga nesta quinta-feira o IPCA-15 do mês. A contturais.


— A demanda pela oferta vai depender da qualidade do ativo. Os investidores estão mais seletivos devido às incertezas atuais, então um ajuste de preço é natural — explica Sampaio, lembrando que Intermédica e Tivit optaram por não ajustar e suspenderam os IPOs.


Tanto a Ômega quanto o IRB têm como prazo final para a reserva das ações o dia 27. Uma quarta oferta está na rua, a da Biotoscana, do setor farmacêutico, que quer levantar entre R$ 992 milhões e R$ 1,1 bilhão. O último dia de reserva também é hoje, e a precificação, ou seja, o valor por ação, amanhã, a exemplo do Carrefour.


— Os investidores ficam conservadores com a incerteza política, mas, por outro lado, é uma oportunidades de comprar um ativo a um preço interessante, por isso as empresas tentam liquidar a operação antes (da retomada da economia) — avalia Camila Goldberg, sócia da área de mercado de capitais do escritório BMA - Barbosa, Müssnich, Aragão.


Em 2017 já foram realizados três IPOs: Azul, Movida e Hermes Pardini. Além disso, foram feitas cinco ofertas de ações por empresas que já eram negociadas na Bolsa. A expectativa da B3 é que, este ano, ocorram em torno de 20 operações desses dois tipos, o que seria o maior número de emissões de renda variável desde 2011.


Fonte: Extra



17/07/2017

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sindicalize-se

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO