Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Dólar oscila levemente, com foco na cena política


O Dólar oscilava levemente no início desta quinta-feira (25), após valorizar na véspera, com o mercado de olho no andamento das reformas econômicas no Congresso em meio à crise política e após violentas manifestações contra o presidente Michel Temer em Brasília.


Às 10h39, a moeda norte americana caía 0,14%, vendida a R$ 3,2744. Veja a cotação.


"Está havendo uma tentativa de melhora do mercado. Todo o mundo está esperando o 6 de junho", disse à Reuters o economista-chefe da corretora BGC Liquidez, Alfredo Barbutti, ao destacar a data prevista para a votação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode cassar a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer formada para a disputa eleitoral de 2014.


O Banco Central realiza nesta sessão mais um leilão de swap cambial tradicional (equivalente à venda futura de dólares) com oferta de até 8 mil contratos para rolagem do vencimento de junho.


Entenda: swap cambial, leilão de linha e venda direta de dólares


No exterior, o dólar operava em baixa ante uma cesta de moedas e ante algumas divisas emergentes, como os pesos mexicano e chileno, de acordo com a agência Reuters.


Véspera


Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,39%, cotada a R$ 3,2791 na venda.


Na reta final do pregão, o dólar chegou a atingir R$ 3,2833, segundo a Reuters, após as manifestações contra o presidente e as reformas em Brasília. A moeda abandonou a trajetória de baixa que vinha apresentando durante o dia (na mínima, a cotação chegou a R$ 3,2487) e passou a subir devido à incerteza que os protestos trouxeram aos agentes.


Com os tumultos violentos entre policiais e manifestantes , os ministérios foram esvaziados e Temer autorizou o uso das Forças Armadas na capital.


"Ações como as de ontem assustam os investidores que optam pelo refúgio naqueles ativos que representam mais segurança em momentos de crise aguda", justificou a corretora Correparti em comentário matinal.


Em protesto à presença de militares na Esplanada, a oposição abandonou a Câmara. Com o plenário esvaziado, os deputados conseguiram aprovar sete medidas provisórias, incluindo uma que autoriza o reajuste salarial para diversas categorias de servidores públicos federais.


Fonte: G1



25/05/2017

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO