Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Dólar opera em alta, em mais um dia de interferência do BC


Acompanhe a cotação ao longo do dia:


Às 9h19, alta de 0,52%, a R$ 3,3116


Às 10h29, alta de 0,11%, a R$ 3,2981


Às 11h, alta de 0,02%, a R$ 3,2951


Às 11h40, alta de 0,009%, a R$ 3,294


Às 12h30, alta de 0,25%, a R$ 3,3027


Às 13h20, alta de 0,52%, a R$ 3,3116


Às 14h, alta de 0,43%, a R$ 3,3088


Às 14h50, alta de 0,31%, a R$ 3,3046


Às 15h50, alta de 0,25%, a R$ 3,3027


Ação do BC


"O BC está freando um pouco o ânimo do mercado, que está socando o dólar (para baixo) sempre que vê oportunidade", disse à Reuters o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado.


O BC vendeu nesta manhã a oferta integral de até 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares. A intervenção é idêntica às promovidas nos dias de negócios até quinta-feira passada, período em que o dólar saltou da mínima em um ano de R$ 3,21 a mais de R$ 3,35 reais.


Segundo a Reuters, a maioria dos operadores entende que o BC quer evitar exageros no mercado cambial, sem ter em vista um patamar específico. Com essas ações recentes, o BC reduziu o estoque de swaps cambiais tradicionais - equivalentes à venda futura de dólares - para abaixo de US$ 60 bilhões.


Mercado de olho no Japão


A intervenção do BC no câmbio nesta segunda contribuía para limitar o impacto da esmagadora vitória do bloco governista no Japão em eleições parlamentares, que levava o dólar a recuar contra diversas moedas emergentes.


O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, determinou nova rodada de gastos de estímulo fiscal após a vitória esmagadora no fim de semana na câmara alta do Parlamento, conforme aumentam as evidências de que o setor corporativo sofre com a demanda fraca.


Cenário político


No Brasil, operadores destacavam a sucessão da presidência da Câmara dos Deputados como a principal questão nesta semana, segundo a Reuters. O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) renunciou à presidência da casa na semana passada e a eleição de seu sucessor deve ficar para quarta-feira.


"A renúncia (de Cunha) pode permitir que o presidente interino Michel Temer consolide uma base de coalizão na Câmara se um aliado for eleito como novo presidente da casa", escreveram analistas do banco JPMorgan em nota a clientes.


Semana passada


O dólar fechou em baixa n sexta-feira (8), com investidores enxergando na meta fiscal para 2017 um sinal de comprometimento do governo com o aperto na economia, e reagindo à ausência do Banco Central após cinco dias de intervenção no mercado para sustentar as cotações.


A moeda norte-americana caiu 2,12%, vendida a R$ 3,2945.


Na semana, o dólar subiu 1,90%. No mês de julho, há alta acumulada de 2,52%. Em 2016, contudo, a moeda dos EUA recua 16,5



Fonte: Globo



11/07/2016

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO