Início | Notícias | História | Benefícios | jurídico | Informe Geral | Fotos | Vídeos | Guia Sindical | Guia Assistencial | Publicações

Notícia

Sindicalismo vai ao ‘Conselhão’ e cobra crescimento


A presidente Dilma Rousseff instalou no dia 28 de janeiro a nova versão do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o "Conselhão".


O colegiado, com representantes de trabalhadores, empresários e governo, foi remodelado depois de sua última reunião, em junho de 2014. O encontro aconteceu no Palácio do Planalto.


Criado em 2003, no governo Lula, o Conselho desempenhou papel importante nas decisões estratégicas do País, mas perdeu protagonismo com Dilma. A expectativa, agora, é que o novo “Conselhão” consiga dar encaminhamento às alternativas relativas à retomada do desenvolvimento nacional.


UGT - O presidente da União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah, avalia positivamente a reunião. "O mais importante é que foi iniciado um debate com a sociedade, apontando que há disposição no governo de buscar consensos entre as forças sociais para superar as dificuldades da conjuntura", afirma.


Patah considera boa a criação de grupos de trabalho, destacando que na próxima reunião - em abril - já podem surgir propostas mais elaboradas. "O Conselho será um instrumento poderoso para destravar a inércia e avançar no caminho da retomada do crescimento", acredita.


"É positiva a retomada do diálogo, que não estava ocorrendo. Todo brasileiro quer superar a crise e, pra que isso ocorra, é preciso diálogo por parte do governo", destaca Miguel Torres, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM/Força Sindical). O dirigente observa que o sindicalismo deve atuar no colegiado, visando à aceitação das propostas que já foram encaminhadas ao governo.


As Centrais Sindicais já entregaram ao governo o documento “Compromisso pelo Desenvolvimento”, elaborado em conjunto com entidades do setor produtivo, indicando sete medidas pró-emprego e o crescimento da economia. O sindicalismo também apoia o Plano Nacional de Renovação Veicular, que pode revigorar a cadeia automotiva.


Dieese - O diretor-técnico Clemente Ganz Lúcio chama atenção para a nova composição do colegiado. "Há uma renovação de 70% dos conselheiros, o que significa sangue novo pra debater novos rumos do País", avalia.


Formação - O novo Conselho tem 92 integrantes - antes eram 90 – entre sindicalistas, empresários, dirigentes de movimentos sociais e pessoas destacadas da sociedade civil .


Por: Reporter Sindical



01/02/2016

TV Sinticom SG

Contibuição Sindical

Clique para emitir sua contribuição


Contribuição Assist.

Clique para emitir sua contribuição


Convênios

Cartilhas Sinticom

Sindicalize-se

Sedes do sindicato

Sede São Gonçalo (Matriz)
Av. Presidente Kennedy, 217 - Centro
(21) 2712-5020 / 3857-9401
Sede Itaboraí (Subsede)
Av. Dr. Macedo, 04 - Centro
(21) 2639-0484
Sede Cabo Frio (Subsede)
Av. Julia Kubitschek, 39 Sobreloja 07 - Parque Riviera
(22) 2647-5635


SINTICOM - SINDICATO DOS TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL E PESADA, MONTAGEM E MANUTENÇÃO INDÚSTRIAL, OLARIA, CERÂMICA, MOBILIÁRIO, MÁRMORE E GRANITO DE SÃO GONÇALO, ITABORAÍ E REGIÃO